A Terapeuta

Desde muito jovem eu tinha intuições e visões espirituais que, em alguns momentos, chegavam a assustar. Imagina uma criança ter a visão de seu avô falecido a 3 dias?! Realmente apavorante.  E por ser de família católica, eu não compreendia o que se passava comigo. Por que eu via e ouvia aquelas coisas?

Em certos momentos achava até que eu era meio maluca, pois eram tantas vozes na minha cabeça! Eu pensava em algo e de repente, ouvia em minha mente a resposta para aquele pensamento. E eram vários questionamentos, uma verdadeira discussão com perguntas e respostas que me deixavam perdidas em algumas situações. Atualmente eu sei que se tratava de espíritos tentando me orientar ou me desvirtuar.

Com a morte da minha irmã com câncer em 1996, ganhei um livro espírita de uma amiga, “Violetas na janela”. Este foi a abertura para meus estudos espíritas. A partir dele, passei a ler vários livros, começando pelos romances e em seguida os livros de estudos de Kardec, André Luís e outros autores.

A partir de 2006, além da leitura, participava de um grupo de estudos e desenvolvimento espiritual uma vez por semana. Fui aprendendo devagarinho e com isso, minhas intuições e visões foram aumentando gradativamente. Passei a ouvir e identificar um guia espiritual que sempre estava ao meu lado, me orientando, me influenciando e muitas vezes com palavras direcionadas também a outros, no qual eu transmitia a informação. Seu nome é João Pedro, meu guia e amigo.

Em 2009, com as filhas criadas, resolvi voltar a estudar (terminar a faculdade) e passei a trabalhar fora de casa. A vida seguiu seu rumo… eu trabalhava, estudava, cuidava da casa e da família, e, devido aos compromissos diários, a leitura e os encontros de desenvolvimento espiritual foram deixados de lado. Porém, João Pedro não me abandonou. Eu sempre sentia sua presença e seus conselhos.

No ano de 2015, meu marido faleceu. Passando mais tempo sozinha, principalmente nos finais de semana, o hábito da leitura e dos estudos espirituais retornaram. No final de 2016 passei a ter sonhos e visões com pessoas e lugares em um passado longínquo. Fui informada pelo meu guia João que se tratava de uma vida passada e que era necessário eu escrever para quebrar o elo de todos os envolvidos na trama e assim o fiz. (Se quiser saber mais sobre o processo de construção da escrita leia o texto “Desenvolvimento da Escrita” na página “Romance Mediúnico“).

Ainda em 2016, conheci (“por acaso[1]”) uma amiga de uma grande amiga minha que é Terapeuta Holística e Reikiana. Conversamos muito neste dia e o assunto me interessou. Em pesquisas pela internet me aprofundei melhor e senti a necessidade de me tornar uma Terapeuta como uma forma de evolução e transformação do meu ser. Assim, em fevereiro de 2017 fiz o curso de Reiki 1, um tempo depois o de Reiki 2 e em 2018, o Reiki 3.

Além destes, fiz ainda o curso de Tarô Terapêutico e leio muito sobre outras terapias que ainda pretendo cursar, tais como, numerologia, radiestesia, cristais e ervas. Esta sou “Eu”, com diversas vertentes, mas todas voltadas para a evolução e entendimento do meu ser e do meu próximo.

Na página “Outras Faces de Adriana“, o leitor pode encontrar um pouquinho deste maravilhoso universo que é a a Terapia Holística. Explicarei um pouco sobre o tema, seus benefícios e seus diversos campos de atendimento, todos voltados para o cuidado integral do ser humano em busca da cura de diversas mazelas.


[1] Acasos não existem. Tudo é traçado milimetricamente por Deus.


Alguma dúvida ou sugestão? Poste aqui ou, se preferir, envie um e-mail adrianatenchini@outlook.com

Receba novos conteúdos na sua caixa de entrada.

Escritora, Produtora de Conteúdo, Publicitária e Gastrônoma.

E não esqueça de seguir as minhas redes sociais.

%d blogueiros gostam disto: