Teus Olhos

“Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos.” O Pequeno Príncipe, Antoine de Saint-Exupéry.

Como eu expliquei na página “Poesias”, os versos aqui postados foram escritos por mim na fase de adolescência e estavam em um caderno de recordações guardados no armário. Várias delas nunca foram lidas por ninguém. Porém, resolvi libertá-los para o mundo… Começo por esta poesia que muito me marcou: “Teus Olhos”. Aos poucos postarei outras poesias e versos, de minha autoria e também de outros autores.

Internautas, deixem a arte aflorar dentro de vocês e se quiserem se aventurar no mundo da poesia, enviem seus versos no e-mail adrianatenchini@outlook.com que postarei com muito carinho e, é claro, informarei ao público quem é o poeta.

Leiam! Encantem-se! Inspirem-se!

Teus Olhos

Teus olhos verdes, brilhantes,
A fitar meus olhos vi,
Olhei-os ainda, olhei-os
E por me olharem, sorri
Baixei os meu, e, corando
Olhei de novo e tremi.

Com isto, talvez tremi de amores,
Não sei. Deixei de olhar-te? Mentira.
Por muitas vezes te olhei.
E sempre, sempre, nos teus olhos 
Os meus, fitando encontrei.

Adriana Tenchini


Últimas Postagens – Poesias


Gostou do texto? Então Compartilhe.
Alguma dúvida ou sugestão? Poste aqui ou, se preferir, envie um e-mail adrianatenchini@outlook.com

Receba novos conteúdos na sua caixa de entrada.

Índice – Poesias

Assine meu blog

Receba novos conteúdos na sua caixa de entrada.

Todos os Posts

Abacaxi Abobrinha Alface Amor Amor Além do Tempo Ano novo Arroz Arroz pilaf Aveia Babaganoush Banana Berinjela Camarão Ceia Cenoura Coimbra Comida da vovó Conceitos e Teorias Cordeiro Cozinha argentina Cozinha Brasileira Cozinha espanhola Cozinha francesa Cozinha Internacional Cozinha Mineira Cozinha portuguesa Cozinha árabe Du marche Editora sete autores Ervilha Espaguete Espiritualidade Farofa França Frutas cristalizadas Frutos do mar Fusion food Gastronomia Gostosura Grão de bico Grécia História da alimentação História da gastronomia Homus Idade media Idade moderna Inhame Irlanda Itália Lanches sem lactose Lançamento Leite condensado Leite vegetal Linguiça Livros Lombo Maracuja Massas Maçã Menu Natalino Milagre das rosas Molhos Natal Panetone Pate Pate de berinjela Pate de cenoura Pate de ervilha Pate de grao de bico Pate de grão de bico Patês Petisco Pizza doce Portugal Psicografia Pudim Pudim de leite condensado Purê Páginas Perdidas Pão Quaresma Quinoa Quinta das lágrimas Rabanada Ratatouille Receitas Receitas reveillon Roma Romance mediúnico Saladas Saudavel Saudável Sem Lactose Sobremesas Sobremesas sem lactose Tomate Vegana Vegetariana Vídeos Youtube

Escritora, Produtora de Conteúdo, Publicitária e Gastrônoma.

Siga as minhas redes sociais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: