Panetone

Clássico que não pode faltar à mesa nesse período do ano. Seja na ceia, no almoço, no jantar ou até mesmo durante o lanche. Existem várias lendas que tentam explicar a origem do Panetone, porém, o que se sabe com certeza é que ele foi criado na região noroeste da Itália, em Milão, na padaria do Toni. Aliás, Panetone significa “Pani di Toni” ou “o Pão de Toni”. A receita chegou ao Brasil através dos imigrantes italianos que vieram em peso para o país durante a segunda guerra mundial. Rapidamente ela se expandiu até mesmo entre as famílias que não tem descendência italiana e hoje em dia, pode-se encontrar panetones com recheios variados, tais como, gotas de chocolate, trufas, sorvetes, entre outros.

Panetone. Símbolo Natalino.

Categoria: Lanche, Sobremesa

Especificação: Pães, Vegetariano, Cozinha Internacional (Itália)

Rendimento: 5 panetones de 1 kg

Tempo de Preparo: 3 horas

Dificuldade: Difícil

Ingredientes:

Fermento Básico:

  • 200 g de fermento biológico fresco
  • 2 xícaras (chá) de leite
  • 1 xícara (chá) de água
  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo

Massa:

  • 1 xícara (chá) de água
  • 2 1/2 xícara (chá) de açúcar cristal
  • 9 gemas de ovo
  • 250 g de margarina
  • 1/2 colher (sopa) de sal
  • 20 ml de essência de panetone
  • + ou – 2 kg de farinha de trigo

Frutas para Rechear:

  • 600 g de frutas cristalizadas
  • 200 g de passas sem sementes
  • Farinha de trigo para empanar as frutas

Modo de Preparo:

Fermento Básico:

Coloque o fermento em uma bowl, dissolva com a água e o leite morno. Misture com a farinha de trigo até formar uma massa. Deixe levedar até dobrar de volume (cubra com um pano e quando a massa descer está bom).

Massa:

Bata no liquidificador a água, o açúcar, os ovos, a margarina, o sal e o leite. Misture no fermento básico e acrescente a essência e a farinha de trigo. A quantidade da farinha depende do ponto exato (nem muito mole, nem muito dura).

Em uma outra panela coloque as frutas, as passas e a farinha de trigo. Misture com a mão até as frutas se soltarem umas das outras. Misture na massa sovando. Quando estiver bem firme a massa, misture as frutas. Corte os pedaços da massa e pese. Depois bata bastante para não dar buracos. Faça uma bola e coloque dentro das formas. Deixe crescer o suficiente. Pincele os panetones e leve ao forno.

Dicas:

  1. A água e o leite devem estar mornos na preparação do fermento. Se estiver frio, as leveduras não serão ativadas e se estiver quente demais, pode matá-las.
  2. Nenhum dos ingredientes utilizados na receita podem estar gelados.

Esta receita foi testada previamente e faz parte do Livro “Diário da Gastronomia: De tudo… Um pouco.” Autora: Adriana Tenchini (Projeto em andamento, ainda sem data de publicação).


Gostou da Receita? Então Compartilhe.
Alguma dúvida ou sugestão? Poste aqui ou, se preferir, envie um e-mail adrianatenchini@outlook.com

Receba novos conteúdos na sua caixa de entrada.

Publicitária, Gastrônoma e Escritora

E não esqueça de seguir as minhas redes sociais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: